Seguidores

quinta-feira, 31 de março de 2011

Final de tarde...


(Praia do Abano - Guincho)




Persigo o pôr-do-sol.
Em dias frios, busco calor.
Em dias felizes, esqueço-me a dor.
Em dias chuvosos, peço protecção.
De todas as formas sou emoção.
Busco fonte de luz na escuridão,
No coração, um sinalzinho…
Uma esperança na caminhada.
Quando me perco,
encontro-me na penumbra do meu pensamento.
Quando me acho, esqueço-me!
Quando me esqueço, perco o tempo…
e quando me encontro,
perco o pôr-do-sol e o ébano reina soberano

(retirado da net)

quarta-feira, 30 de março de 2011

Nem tudo que reluz é Ouro ...






Nem tudo aquilo que reluz é ouro,
Há muito avisa antigo ditado,
Nem todo veio contém um tesouro,
Por isso, tenha muito cuidado...

Betha M. Costa

segunda-feira, 28 de março de 2011

sexta-feira, 25 de março de 2011

Olha-me nos olhos....



Olhe no fundo dos olhos de um animal e, por um momento, troque de lugar com ele. A vida dele se tornará tão preciosa quanto a sua e você se tornará tão vulnerável quanto ele.

quarta-feira, 23 de março de 2011

terça-feira, 22 de março de 2011

MIUÍKA

Um post diferente num dia diferente..

O meu post de hoje é dedicado a uma amiga - MIUÍKA (http://miuikablogspotcom.blogspot.com/)

Que esta Primavera seja o início de uma caminhada sempre repleta de flores, que te dêem coragem para lutar, sempre com muito optimismo.



Não me importa para onde vou
Importa-me, sim, onde estou
Pois é este o momento
Que ...reflecte os lugares por onde passei
E para onde irei

Importa-me com quem estou
O lugar é efémero
Só a vivência dos momentos tem significado
E nas pequenas coisas podemos agarrar a simplicidade e a beleza da vida

Sermos nós próprios... sem teatros, nem máscaras...
Sem pesos, nem medidas
Sem pressa...

Esses momentos saram-nos as feridas
Com as quais fomos marcados pelos lugares passados
E outros tantos onde pernoitámos...

Aqui, ali, além...
Que importa?!
Desde que esteja com quem me quer bem.

(Lúcia Fernandes)


sexta-feira, 18 de março de 2011

Esplanada com vista para o rio....


Belém - Portugal




"Primavera não é uma simples estação de flores, é muito mais, é um colorido da alma."
Jaak Bosmans



BOM FIM DE SEMANA

HAVE A WONDERFUL WEEKEND!


quinta-feira, 17 de março de 2011

quarta-feira, 16 de março de 2011

terça-feira, 15 de março de 2011

Memories

"I've learned that goodbyes will always hurt, pictures will never replace having been there, memories good and bad will bring tears, and words can never replace feelings.”



Cabo Espichel - Portugal













O Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel também conhecido por (Santuário de Nossa Senhora da Pedra Mua) situa-se em Cabo Espichel concelho de SesimbraDistrito de Setúbal.

Há mais de 600 anos, em meados do século XIV, foi construída uma ermida para guardar uma imagem da Virgem, venerada há muito em cima do rochedo onde foi encontrado. À sua volta foram crescendo modestas casas para receber os peregrinos que aqui demandavam,dando mais tarde (1715) lugar à construção das hospedarias com sobrados e lojas, também conhecidas pelas casas dos círios.

A Igreja de Nossa Senhora do Cabo do século XVII está de costas para o mar. O interior da igreja é decorado com pinturas barrocas, ex-votos e frescos.
De cada lado da igreja há uma fila de alojamentos para peregrinos, chamada de Casa dos Círios ou simplesmente hospedarias, que formam o Terreiro no Cabo Espichel, ao fundo pode-se avistar um cruzeiro, local onde começa verdadeiramente o Santuário.

Junto à igreja fica a Ermida da Memória, uma capela abobadada, com painéis de azulejos azuis e brancos no seu interior. No exterior encontram-se dois quadros de imagens em azulejo que estão muito degradados.

Junto às hospedarias ficam as ruínas da "Casa da Ópera", edificada em 1770. Era destinada a prover animação cultural, sobretudo teatro, para os romeiros e festeiros, tendo sido muito utilizada em espectáculos promovidos pela família real, que no santuário também se mantinha durante todo o período de romaria. No seu palco chegaram a actuar os maiores artistas e grupos teatrais da Europa, sobretudo italianos, tendo o edifício divisões de apoio que asseguravam a permanência destes grupos durante as festividades.

Art







All art requires courage. 


segunda-feira, 14 de março de 2011

If you believe in love....


Someone told me once...

"When our eyes see our hands doing the work of our hearts, the circle of Creation is completed inside us, the doors of our souls fly open, and love steps forth to heal everything in sight."

That is if you believe in love...

GLÓRIA


Depois do Inverno, morte figurada,
A primavera, uma assunção de flores.
A vida
Renascida
E celebrada
Num festival de pétalas e cores.

Miguel Torga

quinta-feira, 10 de março de 2011

Life is full of beauty




Life is full of beauty. Notice it. Notice the bumble bee, the small child, and the smiling faces. Smell the rain, and feel the wind. Live your life to the fullest potential, and fight for your dreams.


sexta-feira, 4 de março de 2011

quinta-feira, 3 de março de 2011

Key to my heart



More precious than silver,
More expensive than gold.
Like the rarest diamond, Its one of a kind and
The key to my heart you hold.
Be careful with it,
There's no spare just one.
And it belongs to you
So guard it with your love It opens my heart,
A secret world.
You'll find my love my world,
My pain, my joy, my private/emotions
Hidden from all but one
The very key to my soul,
It's the key to my heart you hold

(Whitney Brown)


quarta-feira, 2 de março de 2011

Alma Gémea



Cabo Espichel - Portugal



Uma alma gemea
é alguém
cujas fechaduras
coincidem com nossas chaves
e cujas chaves
coincidem com nossas fechaduras.

É quando nos sentimos seguros
a ponto de abrir as fechaduras,
e surge
o nosso eu mais verdadeiro
e podemos ser,
completa e honradamente quem somos,
e cada um descobre a melhor parte do outro.


Richard Bach

Simplicidade



"As coisas simples são as mais extraordinárias!"

(Paulo Coelho)

terça-feira, 1 de março de 2011

Paisagem



"Para fazer mudanças não é preciso buscar novas paisagens.
Basta apenas olhar com novos olhos."

Marcel Proust